Grupo de Estudos do Cancro do Pulmão

GECP lança campanha “O Cancro do Pulmão não espera que a Pandemia passe”

O GECP promove uma campanha de alerta nas redes sociais que visa combater o atraso no recurso aos serviços de saúde perante sintomas suspeitos de cancro do pulmão, no actual contexto de pandemia por COVID-19. Esta iniciativa nasce da percepção de que ocorreu uma redução de novos diagnósticos de cancro do pulmão desde o início da pandemia, o que de resto foi transversal às diversas áreas da Oncologia a nível nacional. A situação preocupa os profissionais de saúde, que temem que o sucedido possa afectar negativamente a sobrevivência a médio e longo prazo. As consequências poderão ser particularmente dramáticas no caso do cancro do pulmão, porque em pouco tempo a doença pode passar de localizada e potencialmente curável a generalizada.

As razões que explicam este cenário são diversas. Por um lado, a resposta à pandemia exigiu uma profunda reestruturação das instituições de saúde, que incluiu a mobilização de profissionais e a suspensão temporária de toda a actividade não urgente, com consequente demora em consultas e exames fundamentais para o diagnóstico. Por outro, o medo da população em contrair o vírus levou a atrasos no recurso ao médico perante sintomas suspeitos.

No momento presente, as instituições concentram esforços para retomar a normalidade na actividade clínica, ao mesmo tempo que asseguram o cumprimento de todas as recomendações de protecção contra o contágio por COVID. Importa agora sensibilizar a população para não adiar a procura dos cuidados de saúde apesar da pandemia, transmitindo a confiança de que todos os esforços estão a ser feitos para garantir a sua segurança.

Posted in campanha, notícias
Don`t copy text!